Rank das melhores universidades de farmácia do mundo

Rank das melhores universidades de farmácia do mundo

Alguns colegas de profissão, e até mesmo estudantes de farmácia, eventualmente me questionam a respeito de quais seriam as melhores universidades de farmácia, não só no Brasil, mas também no mundo.

Diante de tais questionamentos, fiz uma pesquisa e encontrei os resultados baseados em avaliações realistas e fundamentadas em pesquisas com embasamento técnico científico.

No entanto, o levantamento foi feito com resultados obtidos do ano de 2015, ainda não tendo informações a respeito das melhores universidades de farmácia em 2016.

E para conhecimento, seguem abaixo a relação das top 50 melhores universidades de farmácia:

 

Top 50 – Melhores universidades de farmácia no mundo

Melhores universidade de farmácia no mundo 1Melhores universidade de farmácia no mundo 2

Melhores universidade de farmácia no mundo3

Melhores universidade de farmácia no mundo

Screen Shot 2016-05-29 at 12.26.38 PM

 

Notem que há problemas na numeração do ranking das universidades, mas este é proveniente do site no qual a pesquisa foi originada.

 

TOP 10 – Melhores Universidades de Farmácia no Brasil

No Brasil, o resultados para as melhores universidades foi o demonstrado no quadro abaixo:

Melhores universidades de farmácia no Brasil

Conclusão

Através da pesquisa realizada fica claro que o Brasil ainda tem muito o que melhorar em termos de ensino se comparado aos demais países, visto que o rank da melhor universidade de farmácia no Brasil está na 46° posição mundial.

Além disso, a grade curricular ainda está longe de ser considerada como o ideal, principalmente quando o profissional farmacêutico brasileiro tenta validar o seu diploma em outro país, como já trouxemos alguns artigos aqui no Portal comprovando a veracidade deste fato.

Não só a grade de matérias é insuficiente como o número de horas, na grande maioria das vezes, é muito inferior ao praticado em outros países.

Sendo assim, cabe aqui uma reflexão das Instituições de ensino brasileiras com relação ao conteúdo, grade horária, e até mesmo da qualificação dos professores.

Lógico que não podemos generalizar, afinal, eu mesma tive a oportunidade de ter como professores excelentes profissionais, com doutorado, mestrado, PHD, etc. Que muito contribuíram para a minha formação. Mas, infelizmente, tive também que encarar, ao longo de 5 anos de estudo, alguns professores que mal sabiam o que estavam falando, não só pela falta de conhecimento, mas pela falta de clareza ao transmitir seus conhecimentos.

Sendo assim, fica aqui a dica explícita sobre a fragilidade de nosso ensino e a sincera torcida para que as universidades de farmácia brasileiras busquem por melhoria contínua de seus mestres e disciplinas para que nos próximos anos nosso rank seja superior ao expresso acima.

 

Leia também

 

Referência

http://www.topuniversities.com/university-rankings/university-subject-rankings/2015/pharmacy-pharmacology#sorting=rank+region=+country=+faculty=+stars=false+search=

Formada em 2000 em Farmácia industrial pela Faculdades de Ciências Farmacêuticas Oswaldo Cruz, começou a atuar na área farmacêutica em 1998 com projetos científicos e em farmácia de manipulação. Em 2001 iniciou sua carreia em indústria farmacêutica, atuando nas áreas de Controle de Qualidade, Garantia e Gestão de Sistemas da Qualidade, Qualificação e Validação. Com experiência de mais 17 anos no setor, trabalhando em indústrias farmacêuticas nacionais e multinacionais, hoje realiza consultorias e treinamentos para indústrias de medicamentos, indústrias de cosméticos e saneantes, distribuidoras e montadoras de equipamentos da área farmacêutica. Empresária, consultora, blogueira, fundadora do Portal Farmacêuticas e da consultoria que leva o mesmo nome, esposa e mãe de duas filhas, tem como nova missão a criação de um portal, Farmacêuticas, voltado exclusivamente para o mundo farmacêutico, com dicas de projetos, eventos, cursos e notícias.

3 COMENTÁRIOS

  1. O ranking apresentado leva em conta as Faculdades de Farmácia e os Departamentos de Farmacologia, considerando o ensino, a pesquisa e a importância social nas comunidades. Por exemplo, a Faculdade de Ciências Farmacêuticas e Departamento de Farmacologia da USP-Ribeirão Preto apresentam uma expressiva colaboração nas atividades consideradas, com isso a posição 46 no ranking é muita boa, sendo a melhor na América Latina . Vale assinalar que a Faculdade de Odontologia da USP- São Paulo foi posicionada no ranking entre as 05 melhores no mundo e as Faculdades de Medicina se posicionaram entre as 100-150. Por último, vale lembrar que no mundo atual existem mais 50.000 Universidades.

  2. O ranking apresentado leva em conta as Faculdades de Farmácia e os Departamentos de Farmacologia, considerando o ensino, a pesquisa e a importância social nas comunidades. Por exemplo, a Faculdade de Ciências Farmacêuticas e Departamento de Farmacologia da USP-Ribeirão Preto apresentam uma expressiva colaboração nas atividades consideradas, com isso a posição 46 no ranking é muita boa, sendo a melhor na América Latina . Vale assinalar que a Faculdade de Odontologia da USP- São Paulo foi posicionada no ranking entre as 05 melhores no mundo e as Faculdades de Medicina se posicionaram entre as 100-150. Por último, vale lembrar que no mundo atual existem mais 50.000 Universidades.

Deixe uma reposta