11 Passos para validar o diploma de farmacêutico nos Estados Unidos.

11 Passos para validar o diploma de farmacêutico nos Estados Unidos.

Apresentação

Após a publicação do post “Veja como funciona uma farmácia nos Estados Unidos”, recebi muitas mensagens de farmacêuticos, a maioria solicitando mais informações sobre o funcionamento, e até mesmo sobre o processo de validação do diploma. Mas entre tantas mensagens, estava a da querida Bianca, que gentilmente se prontificou em nos fornecer maiores esclarecimentos sobre o assunto.

A Bianca, farmacêutica brasileira e agora também farmacêutica americana, nos contou em detalhes todos os passos, etapas, provas e dificuldades encontradas para validar o diploma.

É uma matéria rica e cheia de relatos de força de vontade e superação. A validação de seu diploma é uma vitória merecida e conquistada com muito estudo e dedicação.

É um exemplo de profissional que não desistiu diante das dificuldades e acreditou em seu potencial.

A história

harvard

Tudo começou quando o marido da Bianca conseguiu uma oportunidade de Pós-Doc em Harvard e se decidiram mudar para Boston, capital do estado de Massachusetts.

A Bianca, farmacêutica-bioquímica formada em 2002 pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e professora de diversas disciplinas para os cursos de medicina, fisioterapia, terapia ocupacional, enfermagem, entre outros, decidiu ao chegar naquele país que não deixaria o seu tão valioso diploma de farmacêutica de lado e iniciou o longo e difícil processo de validação do diploma de farmacêutico nos Estados Unidos.

11 Passos para a validar o diploma de farmacêutico nos Estados Unidos

farmaceutic-nos-estados-unidos

As etapas, documentos, provas são muitas, e serão detalhadamente descritas para melhor compreensão de todo processo.

Etapa 1 – Histórico universitário e tradução juramentada

traducao-juramentada

O primeiro passo em todo o processo de validação do diploma é realizar o processo de  tradução JURAMENTADA  de toda a documentação e histórico universitário para conseguir a autorização para a Etapa 5 – Prova de conhecimentos gerais – FPGEE.

Deve ser feita a tradução juramentada dos seguintes documentos:

  •  3 vias do  histórico escolar finalizado (histórico escolar depois que o profissional se formou), contendo as notas durantes todo o período de curso x disciplinas cursadas, e data de graduação.
  • 3 cópias autenticadas do diploma de farmacêutico-bioquímico (5 anos).
  • Declaração da universidade (também em 3 vias) comprovando que o profissional concluiu o curso de farmácia e a data de sua conclusão.

Importante: Deve ser comprovado que o farmacêutico estudou por 5 anos para conseguir a equivalência do diploma. Período de curso inferior a cinco anos deve retornar a University americana.

Os documentos devem ser colocados em 3 envelopes separados, cada um contendo 1 via do histórico limpo, 1 via do diploma autenticado e 1 via da declaração. O envelope deve ser selado da seguinte maneira:

  • Fita adesiva
  • Carimbo da universidade em TODAS as aberturas do envelope

Envio dos envelopes:

  1. 1 envelope selado deve ser enviado para o tradutor juramentado: deve constar na tradução oficial que o documento foi recebido em envelope selado, e descrever o lacre, traduzindo também o que estiver no envelope (o tradutor tem que abrir o envelope e traduzir todos os documentos).

 

  1. Envio dos 2 envelopes, juntamente com as traduções oficiais para o ECE – Educational Credential Evaluators.

Etapa 2 –  Documentos do CRF

simbolo-farmacia

O profissional deve solicitar ao Conselho do seu respectivo estado os seguintes documentos:

  • Declaração em duas vias do CRF comprovando a inscrição regularizada do profissional, ou seja, que o profissional está devidamente habilitado para execer a profissão de farmacêutico em todo território brasileiro.
  • Duas cópias autenticadas da carteirinha de licença de farmacêutico (aquela com a foto).
  • As declarações e as cópias autenticadas da carteirinha devem ser colocadas também em dois envelopes separados e selados pelo CRF.

Envio dos envelopes:

  • 1 envelope selado deve ser enviado ao tradutor juramentado, e deve ser feito o mesmo processo de “scaneamento” e confirmação das informações anteriormente descrito.
  • 1 envelope, juntamente com a tradução oficial, e a ficha de inscrição, deve ser enviado ao FPGEC – Foreign Pharmacy Graduate Examination Commitee TM – Certification.

O valor das traduções juramentadas pode variar. Na época na qual a Bianca fez as traduções, custou aproximadamente R$ 45,00 por lauda, ou página de tradução. O custo total, na época, ficou em torno de R$ 600,00.

Apesar do valor, é mais barato fazer a tradução no Brasil do que nos EUA. Fica a dica.

NOTA: O tradutor obrigatoriamente tem que ser juramentado.

Etapa 3 –  ECE – Educational Credential Evaluators

ece-certificado

O ECE – Educational Credential Evaluators avalia os documentos enviados e faz o encaminhamento do profissional para FPGEC através de um report (relatório).

No relatório do ECE constará a informação se o diploma do farmacêutico possui ou não equivalência nos EUA.

Esta avaliação tem um prazo de 20 a 30 dias úteis.

O custo da avaliação é de U$ 85,00.

NOTA: Os custos e taxas atualizados deste relatório e de outros processo estão relacionadas no site da ECE.

Etapa 4 – FPGEE – Foreign Pharmacy Graduate Examination Commitee TM

teste-usa-farmacia

O programa de certificação FPGEC ou FPGEE é aceito por mais de 48 conselhos estaduais de farmácia dos Estados Unidos como um meio de documentar a equivalência de ensino da educação de  farmácia estrangeira de um candidato.

Farmacêuticos estrangeiros formados que obtiveram sucesso na ​​certificação do FPGEC são considerados parcialmente qualificados para o licenciamento e Certificação requeridos nos Estados Unidos.

O Comitê do FPGEE revisa os currículos de Farmácia, requisito obrigatório desde de 1º de janeiro de 2003, ou seja, o FPGEE exige dos farmacêuticos estrangeiros que estes tenham obtido o grau profissional de um programa curricular de cinco anos, a fim de se inscrever para FPGEE ou Foreign Pharmacy Graduate Examination Commitee TM – Certification.

O novo currículo exigido pelo FPGEE 2003 não se aplica aos farmacêuticos estrangeiros formados que cursaram apenas quatro anos antes de 1 de janeiro de 2003. Esses profissionais continuarão a ser elegíveis para FPGEE no âmbito do programa atual de exigências curriculares equivalentes a quatro anos. No entanto, o  Conselho de Acreditação – Accreditation Council for Pharmacy Education’s (ACPE) após esta data decidiu rever as normas para obtenção do diploma de farmácia, sendo que para cursos a partir de 5 anos os profissionais são considerados bacharéis, e a a partir  de seis anos de curso – PharmD.

O critérios e exigências estão descritos no site da NABP – National Assossiation of Boards of Pharmacy.

É no site desta associação que é possível solicitar a ficha de inscrição (FPGEC application).

O FPGEC envia por correio, de forma gratuita, a ficha de incrição para o Brasil.

Relação de documentos a serem enviados ao FPGEE:

  • A ficha de inscrição preenchida (FPGEC application)
  • Envelope selado pelo CRF com as documentos oficialmente traduzidos
  • Duas fotos – tamanho passaporte
  • Comprovante de pagamento de $750,00.

Após o envio das documentações o  FPGEC envia uma carta, informado se o candidato foi aceito ou não no programa. Também será enviado o número do registro.

Avaliação Inicial (cerca de seis semanas)

O processo de avaliação para o FPGEC começa quando o profissional envia seus formulários, taxas e documentos comprobatórios para NABP e Educational Credential Evaluators (ECE). A documentação pode ser submetida ao FPGEC e ECE ao mesmo tempo.

Nota: Caso o farmacêutico deseje receber a confirmação se materiais foram recebidos pela FPGEC, estes devem ser enviados por correio registado ou por serviço de courrier privado.

A primeira avaliação da inscrição e documentação de apoio será concluída dentro de seis semanas a contar da data de recebimento.

Com o número de registro é possível fazer a solicitação on-line para a prova.

Etapa 5 – FPGEE  – Prova de conhecimentos gerais

validacao-diploma-nos-estados-unidos-farmacia

Quando forem concluídos todos os requisitos necessários, será enviada uma carta de aceitação com a informação necessária para se inscrever para a próxima Foreign Graduate Equivalency Examination (FPGEE). Juntamente com a carta será enviado um cartão de identificação.

Este cartão, obrigatoriamente, deve ser apresentado  no dia de testes no centro de testes profissionais da Pearson VUE (Pearson VUE professional testing center). Caso o cartão não seja apresentado no dia do teste, o candidato não poderá realizar o teste.

O FPGEE é administrado duas vezes por ano, uma vez na Primavera e uma vez no Outono.

NOTA1: Importante saber que o prazo de inscrição para o exame é de aproximadamente duas semanas antes de cada administração FPGEE. Consulte o site NABP para datas específicas.

Nota2: para endereços fora dos EUA no momento do registro on-line da Pearson VUE, o farmacêutico precisará se registrar através do telefone + 01 888 / 709-2679 optando pelo departamento de atendimento ao cliente.

 

Disciplinas e assuntos abordados do exame da FPGEE:

A lista é realmente grande, e o farmacêutico deve estar muito bem preparado para o teste de conhecimentos gerais. A lista completa pode ser acessada em outro post “Lista de matérias para o exame de validação do diploma do farmacêutico nos Estados Unidos”.

Área 1 – Ciências Biomédicas Básico (16%)

1A Fisiologia

1B Bioquímica

1C Microbiologia

1D Biologia Celular e Molecular / Genética

1E Imunologia

 

Área 2 – Ciências Farmacêuticas (30%)

2A Química Médica

2B Farmacologia e Toxicologia

2C Farmacognosia e Alternativa e tratamentos complementares

2D Farmacêutica

2E Biofarmacêuticos / Farmacocinética

2F Farmacogenética

2G Composição Extemporânea / Parenteral / Enteral

 

Área 3 – social / comportamental / Ciências Administrativas (22%)

3A Cuidados de Saúde e Sistemas de Distribuição de Saúde Pública

3B Economia / Farmacoeconomia

3C Gestão  em Farmácia

3D Farmacoepidemiologia

3E Direito na Farmácia e Assuntos Regulatórios

3F Bioestatística e Projetos de Pesquisa

3G Ética

3I Aspectos sociais e  comportamentais encontradas na prática

3J Dispensação de medicamentos e Sistemas de Distribuição

 

Área 4 – Ciências Clínicas (32%)

4A Literatura de Avaliação – Orientações Práticas e Ensaios Clínicos

4B Informações sobre Drogas

4C Fisiopatologia Clínica

4D Clínica Farmacocinética / Pharmacogenomics

4E Prevenção Clínica e Saúde da População

4F Gestão de terapia de Medicamentos – Avaliação de Pacientes, Farmacologia Clínica e Terapêutica

Agora temos como destaque as seguinte matérias – NÃO MINISTRADAS NO BRASIL:

2B11 Bioterrorismo e preparação para desastres e gestão

3A01 Introdução ao Estados Unidos, estado e sistemas de prestação de cuidados de saúde locais e suas interfaces e como eles se comparam aos de outros países industrializados

3A02 Fatores sociais, políticos e econômicos que influenciam a prestação de cuidados de saúde (incluindo mecanismos de financiamento e de reembolso, as disparidades de saúde, reforma, etc)

3A03 Farmácia e de cuidados de saúde organizações (seguradoras públicas e privadas de administração de terceiros, indústria farmacêutica, organizações de cuidado gerenciado PBMs, etc)

3A04 Desenvolvimento de políticas de saúde e avaliação

3A05 Importância do envolvimento na farmácia organizacional, regulamentação, estaduais e federais questões

3A06 Conflito entre assistência médica e saúde pública

3A07 Contribuições dos esforços de saúde pública para a melhoria do estado de saúde (controle de doenças infecciosas, prevenções de doenças crônicas, dados demográficos e fatores ambientais sociais e físicas, etc.)

3B01 Uso de análises de farmacoeconomia (ou seja, a análise de custo-benefício, análise de custo-eficácia, análise custo-minimização, análise de custo-utilidade)

3B02 Aplicações de resultados econômicos, clínicos e humanísticos para melhorar a alocação de recursos de cuidados de saúde limitado

3C03 Gestão de bens e serviços (marketing, compras / gestão de inventário e merchandising)

3C04 Contabilidade financeira – USA

3C05 Gestão de risco na prática de farmácia

Entre outras…

Nota 1: Quando se trata de regulamentações, as Normas a serem seguidas são do FDA e não da ANVISA.

Nota 2: A prova do FPGEE também é paga.

Nota 3: Obter nota mínima em todas as disciplinas

Etapa 6 – Visto americano

visto-americano-farmaceuticas

Esta etapa é importantíssima. Sem o visto adequado é impossível a permanência nos Estados Unidos. O tipo de visto varia de acordo com o profissional e situação.

Informações a respeito de visto devem ser obtidas através do Consulado Americano.

Etapa 7 – Toefl

toefl

O teste TOEFL® é o teste de língua da inglesa mais respeitado no mundo, reconhecido por mais de 9.000 instituições de ensino superior, universidades e agências em mais de 130 países, inclusive Austrália, Canadá, Reino Unido e Estados Unidos.

  • Seção Reading (pontuação de: 0–30)
  • Seção Listening (pontuação de: 0–30)
  • Seção Speaking (pontuação de: 0–30)
  • Seção Writing (pontuação de: 0–30)
  • Pontuação total (0–120)

Suas pontuações são baseadas em seu desempenho nas perguntas do teste. De forma geral, para passar no Toefl é necessário pontuação alta, como é o caso do Speaking, que necessita de no mínimo 26 pontos.

Além das pontuações, seu relatório de pontuação oficial apresentará também comentários sobre o desempenho, que são um reflexo de seu nível, e uma descrição dos tipos de tarefas que as pessoas que se submeteram ao teste e que estão no intervalo de pontuação do relatório normalmente podem fazer.

Não há uma pontuação de aprovação ou reprovação para o teste TOEFL®: cada instituição de ensino superior define seus próprios requisitos de pontuação.

Nota: devido ao alto grau de dificuldade é comum reprovações no teste. Pode ocorrer de um profissional reprovar por 3 a 5 vezes consecutivas. Algo muito comum.

A respeito do TOEFL®, é aconselhável fazê-lo no final do processo de validação, pois ele tem validade de apenas 2 anos.

Etapa 8 – Estágio

Portrait of smiling female pharmacist standing at checkout counter

Após ser aprovado no teste de FPGEE o próximo passo, e tão difícil quanto, é conseguir o estágio de no mínimo 1500 horas.

A grande dificuldade é conseguir um estágio, principalmente remunerado.

As grandes redes de farmácia dificilmente aceitam farmacêuticos bacharéis como estagiários, preferem os PharmD, farmacêuticos Doutores que cursaram uma University americana por 6 anos.

Caso não consiga estágio em farmácias de grandes redes ou hospitais de forma remunerada, uma saída é ser voluntário em algum hospital americano. Vai adquirir muita experiência, pois as atribuições são muito diferentes da farmácia hospitalar brasileira. Mais funções e maior importância do farmacêutico. Em breve escreveremos mais sobre o assunto.

No caso da Bianca, esta foi a saída. Apesar de ter trabalhado como pharmacy intern/pharmacy tech (estagiária/técnica) em uma grande rede de farmácia do tipo retail, o seu chefe não quis assinar o relatório de estágio. O processo todo é muito burocrático. Diante de tal fato, ela buscou um estágio voluntário em um hospital especializado no atendimento de crianças em Boston – Franciscan Hospital for Children. Algo que também não foi fácil, já que lá em Massachusetts existem cursos de farmácia em diversas universidades, e a preferência de estágio é justamente dos PharmD americanos – nível acima dos farmacêuticos bacharéis. Depois da experiência como voluntária no hospital referido acima, ela conseguiu um estágio/trabalho remunerado em outro hospital de Boston.

Para conseguir a vaga de estágio, vale lembrar que é necessário passar por uma entrevista.

Logo após o término do estágio de 1500 horas,  deve ser feito um relatório devidamente assinado pelo supervisor do estágio.

O relatório assinado, na verdade nada mais é que um formulário com as horas de estágio assinado pelo respectivo supervisor/chefe. Deve ser enviado para o conselho de farmácia do estado em que o estagiário está realizando o estágio e este passa as informações para o NABP – National Assossiation of Boards of Pharmacy.

Etapa 9 – Licença e mais provas

lista-de-materiais-farmaceutico-usa

Após o envio do relatório, a próxima etapa é a realização de mais provas. São elas:

1º – Prova de conhecimentos farmacêuticos, o NAPLEX.

O NAPLEX, ou North American Pharmacist Licensure Examination, mede os conhecimentos do candidato da prática da farmácia. Ele é apenas um componente do processo de licenciamento e é usado pelos Conselhos de Farmácia como parte da avaliação da competência do candidato para exercer a profissão de farmacêutico.

O NAPLEX avalia os seguintes critérios de prospecção do farmacêutico:

  • O farmacêutico deve ser capaz de identificar padrões de prática para a farmacoterapia segura e eficaz, e otimizar os resultados terapêuticos em pacientes;
  • Avalia se o farmacêutico pode identificar e determinar métodos seguros e precisos para preparar e dispensar medicamentos;
  • Avalia também se o farmacêutico pode fornecer e aplicar as informações de cuidados de saúde para promover a saúde.

Este  exame possui 185 perguntas.

A taxa para o NAPLEX é de U$ 505,00.

Segundo informações, o estado da Califórnia não aceita esta prova. Deve ser feita outra avaliação.

Caso o candidato passe nesta prova, deve ser submetido a uma outra:

2º – Sobre as leis estaduais, a MPJE.

Por se tratar de leis estaduais, muda de estado para estado, uma vez que nos EUA, cada estado possui Leis diferentes uns dos outros.

O MPJE, ou Multistate Pharmacy Jurisprudence Examination, combina perguntas de leis Federais  e estado-específicas para testar o conhecimento dos farmacêuticos na farmácia de sua jurisprudência.

O MPJE testa os candidatos nos seguintes conhecimentos:

  • Aspectos jurídicos da prática de farmácia, incluindo responsabilidades com respeito à distribuição e dispensação de medicamentos e para o atendimento de pacientes.
  • Licenciamento, registro, certificação e requisitos operacionais;
  • Estrutura de regulamentação e termos das leis e normas que regem ou afetam farmacêuticos, farmácias, os fabricantes e distribuidores

A data do exame deve ser marcada.

A taxa para o MPJE é U$210,00.

Somente após os farmacêutico ser aprovado neste último teste, e também no TOEFL®, é que pode ser dado a entrada na licença do farmacêutico, o que seria equivalente ao número do CRF no Brasil.

Etapa 10 – Avaliação anual do farmacêutico

farmaceutico-estados-unidos

Mesmo adquirindo a licença de farmacêutico nos Estados unidos, o profissional anualmente deve ser submetidos a testes de crédito educativo, o CPE – Continuing Pharmacy Education.

CPE e Renovação de Licença

De acordo com a lei de  2015 – Survey of Pharmacy Law, 53 Conselhos de Farmácia exigem que os  farmacêuticos participem do programa de educação continuada em farmácia (CPE). A atividade é pré-requisito para a renovação anual da licença.

Para o teste é obrigatório que o farmacêutico assista/participe de 20 horas aulas por ano sendo estes:

  • 2 horas sobre lei
  • 5 horas de aulas ao vivo on-line ou presencial
  • Demais horas de leitura e questionários.

O teste é feito on-line e enviado ao NABP. Caso o farmacêutico não faça deverá pagar multa, além de perder o direito de renovação da licença.

O farmacêutico deve configurar o seu perfil no e-NABP.

O CPE Monitor, através dos esforços colaborativos de NABP, o Conselho de Credenciamento para Educação Farmácia (ACPE), e os prestadores de ACPE, permite que o profissional mantenha eletronicamente o controle de créditos de CPE de provedores de ACPE credenciados. Para visualizar e controlar esses créditos, deve ser criado um perfil no e-NABP.

Os conselhos de farmácia também têm a opção de solicitar relatórios sobre seus licenciados. Com esta capacidade, pode ser eliminado a necessidade de envio de cópias em papel das declarações de CPE de crédito para as atividades de prestadores de ACPE credenciados.

As licenças devem passar pelo processo antes da data do vencimento da validade.

Apesar de ser uma grande exigência dos Conselhos, a vantagem é a atualização frequente do profissional farmacêutico.

Etapa 11 – Atuação do farmacêutico e rentabilidade

Closeup Money rolled up with pills falling out, high cost, expensive healthcare

Apesar da dificuldade, valores aplicados e do número de etapas necessárias para a conquista da validação do diploma de farmacêutico nos Estados Unidos, e respectiva licença para atuar como profissional neste país, não é impossível.  O exemplo desta conquista é da querida Bianca.

Apesar do grande conhecimento e preparo profissional, ela levou cerca de 5 anos para finalmente adquirir a licença. Mas segundo ela, valeu a pena!

Além do reconhecimento e respeito do profissional, a atuação em termos de cuidado com a saúde do paciente é direta e eficaz.

Outro fator que faz o processo realmente valer a pena é a remuneração, pois em média o salário de um farmacêutico de uma grande rede de farmácia (retail) varia entre U$ 8.000,00 a U$ 12.000,00 ao mês, bem diferente do piso salarial do farmacêutico brasileiro!

Sendo assim, fica aqui registrado os meus mais sinceros parabéns à Bianca, à minha querida amiga Daniella, e a todos os farmacêuticos brasileiros que conseguiram validar o diploma nos EUA!

Agradecimentos especiais

Bianca

Os meus especiais agradecimentos vão para as farmacêuticas Thaiane Porto e Barbara Cyrino e também à minha família que tanto me auxiliaram para que este sonho fosse conquistado. A ajuda e apoio de vocês foi fundamental nesta trajetória. Dedico especialmente esta matéria a vocês.

Bianca Bianco do Carmo

REFERÊNCIAS

  • ECE – https://www.ece.org/
  • Padrão do envelope da FPGEC – http://www.nabp.net/programs/assets/envelope.pdf
  • Prova do FPGEE – http://www.nabp.net/programs/examination/fpgec
  • NAPLEX – http://www.nabp.net/programs/examination/naplex
  • MPJE – http://www.nabp.net/programs/examination/mpje
  • CPE – https://www.nabp.net/programs/cpe-monitor/cpe-monitor-service
INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

141 COMENTÁRIOS

  1. Excelente matéria!! Gostaria muito de poder falar com a Bianca por email =] irei morar nos Estados Unidos,meu namorado foi transferido para trabalhar em NY…. Tenho algumas dúvidas e seria de grande ajuda este contato

    barbarabussadori@gmail

  2. Excelente Matéria!!

    gostaria de outras informações, irei morar em NY e tenho algumas dúvidas, seria possível falar com a Bianca B. Carmo ? =]

    Como acabei de me formar não sei se vale a pena tirar o CRF pra apresentar para a junta uma vez que não irei exercer farmácia no Brasil

    • Oi Barbara.
      Que bom que você gostou do post. Fernanda e eu o fizemos com muito carinho. Bom, em relação ao CRF, acredito que precisa sim pois faz parte da documentação para iniciar o processo de validação. Boa sorte e que Deus te abençoe nessa nova etapa da sua vida. Beijos.

      • Olá Bianca! Primeiramente, meus parabéns! Uma linda e suada conquista mas muito merecida! Farmácia é uma profissão muito bonita e digna mas nem por isso valorizada como tal em nosso país, infelizmente…. Temos muita responsabilidade e pouco reconhecimento.
        Bom, eu sou formada em farmácia desde janeiro de 2004, acabei adiantando 2 semestres pois fiz um processo de transferência de faculdade no meio do curso e na avaliação eu acabei adiantando, fazendo as matérias restantes em paralelo (período quase que integral)… Apesar de cursar toda a grade de disciplinas, completei o curso de 5 anos em 4 por conta disso… Vc saberia me dizer se isso pode me prejudiar quando da avaliação pelo ECE da minha documentação?
        Logo depois em 2005 eu fiz uma especialização em Assistência Farmacêutica aqui no Brasil, e em 2010-2012 eu fiz um mestrado na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, em Portugal, em Gestão e Economia em Serviços de Saúde.
        Estou começando a pensar em aplicar para validação do curso nos EUA, tenho visto L2 (pois meu marido possui o visto de transferência, L1), que nos dá direito de aplicar também para o Green Card… que é um plano futuro a curto prazo… No entanto, ainda não vi nada além da sua matéria. Vc saberia me dizer se os cursos que fiz além da graduação (especialização e mestrado) poderão ser submetidos juntamente com os demais e podem ajudar em algum coisa?
        Enfim, parabéns mais uma vez e obrigada pela ajuda e incentivo através da sua experiência/exemplo e por compartilhar isso conosco!
        Abraços

  3. Eu também sou farmacêutico brasileiro e vivo aqui nos EUA desde 2008 e desde de então tabalhando como farmacêutico para uma grande rede americana. Todo o processo descrito pela Bianca está correto. Alguns passos meu foi diferente ja que fiz o processo em 2006 e teve algumas pequenas mudanças depois. O mais complicado e difícil é o visto de trabalho. O visto de trabalho para farmacêutico é o H1B. Este visto só pode ser requerido pelo empregador e tem que ser pago pelo mesmo. Na época em 2006 havia grande falta de profissionais aqui e portanto tdas as grandes redes estavam patrocinando esse visto pois aqui esta em um período de entresafra com o aumento do curso de 5 para 6 anos. Entretanto tudo mudou com a crise de 2008. Muitos farmacêuticos part-time passaram a trabalhar em tempo integral e muitos que estavam aposentados ou iriam se aposentar voltaram a ativa. Além disso o custo dos vistos e com a crise as redes diminuiram a previsão de abrir mais lojas. Portanto antes de iniciar todo o processo de validação o mais importante é saber se conseguirá uma empresa que irá fazer o processo de patrocinio do visto. Ainda existem estados onde há falta e nesses estados será mais fácil de conseguir. Ser farmacêutico é muito recompensador não só pelo lado financeiro mas sim pelo lado profissional. Hoje me considero um profissional muito mais completo de quando me formei e trabalhei no Brasil. Fique a vontade para perguntar ou tirar duvidas. Parabéns Bianca, fico muito FELIZ quando vejo um brasileiro(a) que consegue exercer a profissão aqui. Penso no futuro fundarmos uma associação nossa aqui nos EUA. Um grande abraço, André Leandro – email: andrerph@aol.com.

    • Oi, André, muito obrigada pelo seu input. Você sabe como é complicado e trabalhoso esse processo de validação aqui nos EUA, não é mesmo? Mas como você mesmo falou, vale a pena tanto esforço e dedicação. A questão do visto realmente tem que ser avaliada caso a caso, pois infelizmente nos dias atuais os empregadores não estão querendo ser sponsor e gastar com isso para trazer profissionais de fora.
      Gostei muito da idéia de formar uma associação dos farmacêuticos brasileiros aqui nos EUA. Pode contar comigo!
      Um forte abraço.

    • Oi André, que bom saber que tem mais farmacêuticos aqui que conseguiram validação. Eu passei no FPGEE dessa primavera e agora preciso começar a estudar para o TOEFL. Você tem alguma dica para a prova, foi difícil para você conseguir as pontuaçoes necessárias? Sei que na época q vc fez a exigencia de inglês era um pouco diferente, pois o manual foi atualizado recentemente.

      Você pode me falar um pouco como foi para conseguir estágio? Eu não vou precisar de sponsor porque tenho green card, mas qualquer informação que vc possa me ajudar na procura de estágio será muito bem vinda. Estou achando tão dificil conseguir mais motivação para estudar, então quaisquer perspectivas que você possa dividir comigo sobre o mercado de trabalho ajudarão muito.
      Onde vc mora aqui nos EUA? Eu estou em Washington, DC.

      Eu tenho um blog também para ajudar os farmacêuticos que querem validar diploma aqui, portanto sua experiência seria muito valiosa para mim :)
      Obrigada desde já pela colaboração!!!

    • Ola!! Otima reportagem! Quero Muito fazer… E Ja sou doutora em Ciências Farmacêuticas aqui no Brasil.. Isso ajuda em algo ?
      Sou casada com americano e estamos esperando meu green Card sair para eu iniciar as provas.
      Outra dúvida que tenho é sobre o crf daqui.. O meu já não está ativo há anos… Precisarei reativar para conseguir tais declarações?
      Posso fazer a prova do toefl antes de iniciar o processo ? Se ela vencer antes de finaliza-lo terei de prestar novamente ?
      Obrigada novamente pela reportagem!

      • Em relacao a ser doutora ai no Brasil ajudaria caso vc quisesse trabalhar na area de pesquisa (fazer pos doc, por exemplo), mas na questao da validacao, ate onde eu sei, acredito que nao.
        Bom, eu precisei do meu crf ativo na epoca para pedir uma documentacao que eu precisava, mas depois de um tempo eu cancelei.
        Eu aconselharia fazer a prova do TOEFL mais pra frente, uma vez que ela tem validade por 2 anos. Comece juntando a sua documentacao, submeta para avaliacao, e faca a prova do FPGEE primeiro. Depois se preocupe com as outras etapas.
        Boa sorte e que Deus te abencoe na caminhada. Abracos.

  4. Me formei em um curso de 4 anos em 2012, gostaria de saber o que deveria para facilitar ou possibilitar meu processo caso tentasse validar meu diploma nos EUA.

    • Olá, Gláucio. Bom, no meu caso, eu me formei antes da regra dos 5 anos e também na minha época, o curso de Farmácia eram 4 anos mais a especialização em análises clínicas ou indústria. Sei que o currículo mudou desde então e muitos cursos hoje são só os 4 anos. No site do NABP você consegue obter mais informações, mas pelo o que eu li, esse ano a mais poderia ser uma pós-graduação, desde que estivesse ligada à prática farmacêutica. Você teria que comprovar experiência no atendimento a pacientes num ambiente de prática de farmácia clínica. Mas eles provavelmente devem analisar cada caso em particular. Espero ter ajudado com a sua dúvida. Abraços e fique com Deus.

  5. Oi Bianca, meu nome é Roselaine e também sou farmacêutica nos Estados Unidos!! Moro em Los Angeles, CA. Andre Leandro ai em cima, me ajudou muito no processo e li seu artigo!! Exatamente!!! Valioso, veridico e excelente trabalho!!! :)

  6. Excelente matéria! Muito obrigada! Estou morando nos EUA desde Fevereiro, e estava em dúvida se valeria a pena validar meu diploma, depois da leitura fiquei bastante motivada. Seria interessante a organização de uma associação de farmacêuticos brasileiros nos EUA. E, no meu caso, sugiro um grupo de brasileiros em processo de validação do diploma. Parabéns pela iniciativa! :)

    • Muito obrigada, Rafaela! Como você viu, é um processo trabalhoso, mas que vale muito a pena.
      Boa sorte e que Deus te abençoe!
      Abraços.

      • Bianca,
        Muito obrigado pelas dicas fiquei motivado. Atuo como farmaceutico desde 2005 porem nao em drogaria mas em laboratorio, para atuar em laboratorio lá é o mesmo procedimento ??? E mesmo sem experiencia em drogaria eu consigo convalidar meus estudos ??? Valeu !!!

        • Oi, Allan.
          Primeiramente, muito obrigada. Bom, aqui farmacêutico não trabalha em laboratório como aí no Brasil. É em drogaria ou farmácia de hospital mesmo, além de outras atribuições que não envolvem laboratório, até onde eu sei. Em relação à experiência, isso não é empecilho para praticar farmácia aqui nos EUA, pois você precisa de fazer várias horas de estágio de qualquer jeito, então isso já te permite essa tal “experiência”. Qualquer dúvida, pode entrar em contato novamente. Abraços.

  7. Bianca,
    muito obrigado pelas dicas fiquei muito motivado, sou farmacêutico porem atuo não em farmacia e sim em laboratório desde 2005. Você saberia me informar se o processo é o mesmo para a area de laboratorio e mesmo sem experiencia em drogaria eu consigo convalidar meus estudo.

  8. Bianca,
    Parabéns pela sua conquista e ainda nos repassar informações preciosas. Porém, fiquei com algumas dúvidas: Estou pensando em iniciar o processo de validação, más eu poderei morar nos EUA somente há aproximadamente 5 anos. Por isso, a pergunta, os documentos têm validade?

  9. Estou graduando em dezembro deste ano aqui no Brasil mas morei 12 anos em NJ, sou cidadão americano e voltei pro Brasil pra poder estudar (quase ninguem acredita nisso :)) ) sempre acham q voltei falido pro Brasil kkkk, mas um chefe de família fazer faculdade de Farmácia nos USA era quase impossível…Em janeiro estarei iniciando meu processo de validação, gostaria de parabenizar a todos q ja conseguiram, em especial pra vc Bianca q teve um trabalho enorme de organizar todas estas informações…

  10. Pergunta que não quer calar

    Com todo este processo demorado, complicado e obviamente CARO, Como vocês conseguiram se manter financeiramente nos Estados Unidos até conseguir a validação do diploma e poder trabalhar como farmacêutico ???
    Pois com o salario de Farmacêutico que ganhamos no Brasil, mal conseguimos pagar por uns dias em hotel 3 estrelas em Miami…(ohhh tristeza!!!)
    Por favor me ajudem quero sair da terra da Dilma, não aguento mais !!!

    • Oi, Angelo!

      Realmente viver com o salário de farmacêutico no Brasil com o atual cenário político-econômico é um milagre!
      Nos Estados Unidos, você terá que trabalhar com outra atividade até concluir a validação do diploma.
      A Bianca pode responder melhor, mas até onde ela me contou, ela atuou como “farmacêutica” auxiliar em uma grande rede de farmácia. Isso até o momento que precisou de estágio.
      Lembro que ela contou que atuou também com pesquisa em Harvard.
      Mas o mais difícil é o visto de permanência…
      Tomara que seu sonho se realize e você consiga uma oportunidade de atuar fora do país. Aqui está bem difícil! rsss
      Fico na torcida!
      Sucesso!

      • Como a Fernanda falou, Angelo, você tem que trabalhar com alguma coisa aqui até validar o seu diploma. Pode ser na própria farmácia como técnico ou estagiário, ou outro trabalho. Neste ultimo caso é um pouco mais complicado, pois você precisa fazer horas de estágio, então se trabalhar em outra área você fica com poucas horas disponíveis para estagiar.
        Não é um processo fácil e nem barato, então tem que estar com muita disposição para aguentar tudo sem desistir…rsrs. Boa sorte. E se precisar de mais alguma coisa, me avise. Abraços.

  11. Olá Bianca, quantos horas por dia em média um farmacêutico trabalha em uma Farmácia comercial aí nos EUA?
    Qual a duração das férias de um Farmacêuticos nos EUA?

    • Oi, Isaque. Bom, isso varia muito. Aqui existe várias formas de trabalhar: full time (horário integral), part time (meio horário – que pode ser só meio periodo por dia ou alguns dias na semana) e também o per diem (como se fosse diarista). Pode ser 40 horas por semana ou um pouco mais ou também menos, dependendo do seu regime de trabalho. Férias aqui também varia muito dependendo da empresa que você trabalha e/ou do seu regime de trabalho. Mas não é igual ao Brasil, infelizmente… São umas 2 a 3 semanas, em alguns casos, 4 semanas. Espero que tenha respondido às suas perguntas. Abraços.

  12. Oi Bianca, eu de novo. Observei que todo teu processo durou 5 anos??? queria que vc descrevesse o que mais tomou tempo e por que. Sei que o processo imigratório é longo e custoso, e que a obrigatoriedade desse estágio pode tardar o processo. Mas fora isso existe mais alguma coisa q possa retardar a validação?

    • Bom Tharciano, cada caso é um caso. O meu processo foi um pouco mais demorado, pois neste meio tempo, eu tive meus 2 filhos, então isso atrasou um pouquinho. Além disso, como foi relatado no post, no início foi um pouco complicado conseguir o estágio e também passar na prova do TOEFL, pois na parte do speaking a pontuação é muito alta. Talvez outras pessoas tiveram outras experiências como, por exemplo, conseguir o visto de trabalho, mas no meu caso específico foi isso que relatei acima. Abraços.

  13. Olá Bianca, moro aqui nos EUA e estou fazendo o meu processo de validação. Que curso ou livro você utilizou para a preparação do FPGEE ou FPGEC?
    Vc fez algum curso online ou em algum local que forneça esse curso?
    Obrigada pelo seu post, é encorajador!!!
    God bless u!!!

  14. Olá Bianca, moro nos EUA e estou fazendo meu processo de validação. Qual livro ou curso vc utilizou para a preparação do FPGEC? Vc utilizou algum curso online ou algum local para essa preparação?
    Qual melhor livro?
    Obrigada pelo seu post, é muito encorajador!!!
    God bless u!!!!!

    • Oi, Luciana, primeiramente, muito obrigada.
      Em relação ao material, eu segui as dicas de uma outra farmacêutica, a Bárbara, que também estava no processo de validação do diploma, só que um pouco mais a frente. Bom, para ter uma noção inicial dos termos usados, eu utilizei um livro de farmaco básica (Lippincott’s Illustrated Reviews : Pharmacology). Depois, eu estudei pelo material do Morris Cody & Associates (é um set de apostilas que abrange quase todo o conteúdo da prova) e também fiz os exercícios dos capítulos de um livro chamado Comprehensive Pharmacy Review (CPR) e depois confirmava as minhas respostas com as do livro para ver o que precisa de estudar mais. Já faz alguns anos que fiz o FPGEE e não sei se algo mudou desde então, mas espero que possa te-la ajudado. Se precisar de mais alguma dica, me avise. Boa sorte e que Deus te abençoe também.

  15. Olá Bianca, obrigado pelas dicas. Eu estou no último ano de farmácia, e também sou formado em marketing. Adoro os Estados Unidos, tenho o sonho de ser farmacêutico aí, mas parece ser tão difícil Minha faculdade tem 4 anos, não tem 5 anos, faço na FMU. Se eu completar mais um ano ano com uma pós de farmácia hospitalar ajuda ?

    • Oi, Juliano, muito obrigada. O Gláucio já tinha feito uma pergunta parecida e olha o que respondi pra ele. Abraços.

      “Olá, Gláucio. Bom, no meu caso, eu me formei antes da regra dos 5 anos e também na minha época, o curso de Farmácia eram 4 anos mais a especialização em análises clínicas ou indústria. Sei que o currículo mudou desde então e muitos cursos hoje são só os 4 anos. No site do NABP você consegue obter mais informações, mas pelo o que eu li, esse ano a mais poderia ser uma pós-graduação, desde que estivesse ligada à prática farmacêutica. Você teria que comprovar experiência no atendimento a pacientes num ambiente de prática de farmácia clínica. Mas eles provavelmente devem analisar cada caso em particular. Espero ter ajudado com a sua dúvida. Abraços e fique com Deus.”

  16. Oi Bianca, eu tenho um blog no qual estou registrando os meus passos na validacao do meu diploma de Farmacia nos EUA. Poize, eu passei nos FPGEE em Abril e acabo de receber um resultado positivo no TOEFL tambem!!! Estou muito feliz, mas ao mesmo tempo super preocupada com a proxima etapa: arrumar um estagio. Eu moro em Washington, DC, formei em 2012 e nunca cheguei a trabalhar como Farmaceutica. Minhas experiencias profissionais se resumem ao estagio que eu fiz numa Industria Farmaceutica antes de me formar.
    Eu gostaria muito de saber se voce tem alguma dica para procurar estagio? Quais informacoes eu devo incluir no meu curriculo? (nao sei se participacao em congressos, ou projetos de pesquisa sao relevantes no mercado aqui, ja que eu tenho pouca experiencia profissional). Estou super perdida e nao sei por onde comecar. Desde ja agradeco qualquer dica!!!

    • Oi Luana. Parabéns!
      Bom, eu também tinha pouca experiência como farmacêutica no Brasil e isso não fez diferença no meu caso para conseguir o estágio. O que acontece algumas vezes é que as grandes redes de farmácias daqui já tem os estagiários e por isso não contratam quem vem de fora. Uma opção é começar como pharmacy technician e depois dentro da mesma empresa conseguir a vaga de estagiário. Outra opção é tentar estágio voluntário em farmácias menores ou em hospitais. Em relação ao currículo e entrevista, enfatize as suas qualidades e não fique presa na pouca experiência que vc tem, pois exercer a profissão aqui é muito diferente do que Brasil. Boa sorte e que Deus te abençoe.

      • Oi, Marisa, eu nao tenho um blog. Esse daqui eh da Fernanda e eu so participei dessa materia. Abracos.

  17. Ola Bianca! Eu passei no FPGEE nessa primavera e passei no TOEFL no comeco desse mes. Agora tenho q comecar a procurar estagio. Eu me formei em 2012 e nunca trabalhei como Farmaceutica, porque vim para os EUA fazer intercambio. Vc tem dicas de como arrumar um estagio?? Por onde eu devo comecar? E quais informacoes eles procuram no curriculo. Qualquer informacao sera util. Muito Obrigada

    • Infelizmente nao, Alamo. Vc precisa de ter um visto ou autorizacao de trabalho, ou possuir green card ou ser cidadao Americano. Para maiores informacoes, procure um consulado Americano. Abracos.

  18. Olá Bianca,

    Olha eu tinha interesse em tentar validar meu diploma nos EUA na vdd estou ainda no último ano de farmácia tb na FMU em São Paulo como um colega aqui postou mas confesso que ao ler o passo a passo já me desaninei… rs
    Nao seria mais viável eu começar a facudade novamente aí nos EUA?
    E vc sabe sabe se sem ser formado eu consigo trabalho por aí como pharmacy technician?

    Obrigado e Parabéns por sua conquista!

    • Bom, Leandro, primeiramente muito obrigada. O custo do curso de Farmacia aqui eh alto, e por isso acho que ja que vc ja esta’ quase terminando ai no Brasil, talvez o melhor seja tentar o processo de validacao mesmo depois. Te falo isso pois os meus colegas farmaceuticos que formaram aqui normalmente saem da universidade com altas dividas.
      Em relacao ao trabalho de pharmacy tech, vc nao precisa estar formado, pois a maioria dos pharm tech aqui possuem somente high school e muitas vezes aprendem tudo no proprio trabalho mesmo.

  19. Excelente matéria, desafiadora e motivadora ao mesmo tempo, sonho de muitos estudantes de farmácia conseguir um visto e poder trabalhar por ai.
    Parabéns!

  20. Olá Bianca,

    Eu realizei o curso em apenas 4 anos e você disse que são necessários 5 anos para realizar a equivalência de diploma. Existe a possibilidade?
    Outra dúvida vc disse que os farmacêuticos americanos geralmente optam pelo curso com duração de 6 anos, por isso os empregadores dão preferência para esses profissionais para realizarem o estágio.
    Não seria melhor refazer a graduação nos EUA no meu caso? Já que vc demorou aproximadamente 5 anos para conseguir?

    Obrigada e parabéns pela matéria!

    • Oi Aline, como eu ja respondi em algumas perguntas aqui no blog, segundo o site do NABP (conselho federal de farmacia daqui), e possivel vc completer o 5o ano com uma pos-graduacao, desde que seja na area de farmacia. Mas o NABP nao eh muito especifico o que seria isso, infelizmente.
      Nao sei exatamente quando comecou, mas todos os cursos de farmacia aqui sao de 6 anos e os farmaceuticos tem o titulo de PharmD (doutor em farmacia). A questao dos empregadores darem mais oportunidades de estagio para eles eh pq tem convenios com as universidades (igual ai no Brasil mesmo).
      No meu caso durou mais tempo para terminar a validacao pois tive meus 2 filhos neste meio tempo e isso atrasou um pouco. Na verdade, o que mais demora para terminar eh o estagio, que no estado de Massachusetts sao 1500 horas.
      Em relacao a fazer o curso aqui, isto fica a criterio de cada um, mas pelo relato dos meus colegas farmaceuticos que foram a universidade aqui, o custo eh bem alto, em torno de 40-50 mil dolares por ano.
      Bom, espero que tenha respondido suas perguntas. Um abraco.

  21. Olá,
    Sou Farmacêutico-Bioquimico formado em 2001, 4 anos de curso. Desde então trabalho em laboratorio de análises clinicas, minhas duvidas são:
    – o processo é o mesmo para bioquimico ? ou teria que ter pós de no minimo 1 ano na área ?
    – salario de bioquimico 40hs semanais ?
    – carga horaria de estagio no estado da Florida para bioquimico ?
    – tem como fazer todo o processo no Brasil e depois cumprir a carga de estagio(voluntario ou não)
    com visto de turismo ?

    Parabéns e obrigado

    • Oi, Alexandro.

      Bom, aqui nao existe esta categoria de farmaceutico-bioquimico. Eh basicamente farmaceutico mesmo, em drogarias ou farmacias de hospital. Alguns ainda trabalham em pesquisa, industrias farmaceuticas ou em empresas.
      Nao sei muita coisa sobre a carga horaria de estagio na Florida, pois fiz meu processo em Massachusetts. Pesquise melhor no site do Florida Board of Pharmacy (http://floridaspharmacy.gov/licensing/foreign-graduate-pharmacy-intern/) e veja o que diz. Pelo o que eu li, parece que sao 500 horas de estagio depois que vc passa no FPFEE.
      Em relacao a ultima pergunta, eu acredito que nao. A provas vc tem que fazer aqui nos EUA, e a questao do visto tambem nao sei exatamente, mas acredito que precisa ser visto ou autorizacao de trabalho.
      Abracos.

  22. Oi Bianca,
    Em breve vou comecar o processo para validacao do meu diploma. Gostaria de saber se interesse de vender os livros que utilizou para estudo? Estou nos EUA. E tambem se sabe como que funciona para o farmaceutico atuar na industria aqui. No meu caso, tenho 8 anos de experiencia em laboratorio (microbiologia, equivalencia farmaceutica, controle de qualidade e validacao de metodologias). Para atuar nessa area tambem e exigido a validacao aqui nos EUA, ou depende da industria.

    Obrigada desde ja!!!

    • Oi, Marina, na teoria, voce precisa validar seu diploma se quiser trabalhar como farmaceutico aqui. Mas na industria pode ser um pouco diferente, se voce tiver mestrado ou doutorado na area que for trabalhar (na verdade, em muitos casos, outras profissoes tambem trabalham no setor industrial, como biologos ou quimicos).
      Em relacao ao material, vou te enviar um email, ok? Abracos e boa sorte no processo de validacao!

  23. Alexandro, na Flórida são 2080 horas de estágio para Farmacêutico (com áreas de atuação na Farmácia Comercial, Hospitalar e Indústria). Bioquímico nos EUA é outra formação. Para realizar o estágio voce não pode fazer com visto de turista (a não ser que vc consiga de cara um SPONSOR “responsável legal” para lhe empregar). Se vc fizer mestrado não importa que seja no Brasil ou nos EUA, conta como tempo de formação (aqui vc já entra numa nova área que é Pesquisa e Extensão, ou seja pode ser professor. Só não aconselho que faça mestrado na área das Análises Clínicas).
    Marina desculpa me intrometer, mas sua resposta é sim! Vc precisa validar pra trabalhar no campo profissional.

    • Olá
      Estou muito interessada, moro no interior do estudo de São Paulo, foram 5 anos de faculdade, vou começar a fazer o curso de inglês, e já vou dar início na tradução juramentada. Posso enviar daqui a documentação ?
      Vc pode me mandar seu e-mail ? Preciso se ajuda.
      Obrigada, vcs são ótimos .

  24. Olá Bianca, tudo bem?

    Em uma de suas respostas, pelo que entendi, você trabalhou como técnica de farmácia antes de validar seu diploma de graduação. Estou em uma situação parecida com a sua, pois meu marido vai trabalhar em Washington DC, e vou iniciar o processo para validar meu diploma nos USA. Nesse período pretendo trabalhar como técnica de farmácia, pois o processo é bem mais simples para conseguir o certificado. Você acha que vale a pena, ou melhor apenas iniciar o processo de validação da minha graduação.

    Grata,
    Rebeca

    • Boa tarde Bianca! Muitíssimos parabéns por essa realização na sua carreira! A validação de fato é muito complicada e seu exemplo de persistência e conquista vai me ajudar muito no meu processo.
      Eu sou Farmacêutica Bioquímica formada em 2010 e meu curso foi de 4 anos e 6 meses, na verdade possui carga horária de 5 anos, mas a faculdade colocou desde o 2 ano e meio aulas aos sábados e encurtou o curso para 4 anos e meio. Você acha que poderá ter alguma interferência com relação ao tempo de curso?
      Moro aqui a alguns meses e tenho experiência como Farmacêutica no Brasil de 5 anos com atendimento em Farmácia e em projeto do governo.
      Ainda não comecei o processo de validação, estou pensando em começar no próximo ano já que este ano praticamente acabou. Uma dúvida:
      As provas FPGEE e Naplex são muito muito difíceis?
      Ahh moro em Boston MA também, se por acaso você tiver alguma dica daqui, por favor me ajude.

      Muito Obrigada!!

      Once again Congratulations!!

      • Oi, Luciene, primeiramente, muito obrigada.
        Em relacao ao tempo de curso, somente o NABP podera te responder, infelizmente eu nao sei. Acredito que eles devem analisar caso a caso e dao o veredito individualmente.
        As provas em si nao sao um bicho de 7 cabecas, mas vc tem que estudar e se preparar, como para qualquer outra prova que vc for fazer.
        Vou te mandar meu email caso vc queira se comunicar comigo.
        Abracos.

    • Oi Rebeca, desculpe me intrometer aqui na sua pergunta, mas eu tambem moro em DC e estou no processo de validacao do diploma. No seu caso, acho que vale a pena sim comecar como tecnico porque tem mais chances de voce conseguir transformar num estagio depois quando voce precisar das horas. A documentacao parece ser bem simples tambem, eh mais rapido do que a equivalencia, que voce pode ir fazendo no meio tempo. Na minha procura por estagio aqui, tinha bastante vaga de tecnicos abertas tambem.

      • Concordo com a Luana, Rebeca. O processo para ter a licença de Certified Pharmacy Tech é bem simples, e te facilita para conseguir um emprego e também obter experiência para depois iniciar o estagio obrigatório. Abraços.

      • olá Alessandra! Minha dúvida tbm é a sua! não falo nem escrevo nada! Nesse caso o 1º passo seria um visto de estudante para aprender a lingua? tenho o visto de turista, mas meu marido está ha 2 meses de forma ilegal nos EUA. Isso gera algum impedimento para mim?

        • Oi, Maria do Carmo!

          Infelizmente, a falta do inglês é um grande empecilho, pois tem que passar no Toefl primeiro para depois prestar as provas de validação do título (tudo em inglês).
          A questão do visto é igualmente importante, não pode estar ilegal. No mínimo, teria que ter um visto de estudante e estar fazendo algum curso nos Estados Unidos enquanto faz os exames.
          Mas para ser farmacêutica nos Estados Unidos não pode ter apenas o visto de estudante, precisa estar legalizada de fato. Nada simples.

  25. Boa tarde Bianca! Muitíssimos parabéns por essa realização na sua carreira! A validação de fato é muito complicada e seu exemplo de persistência e conquista vai me ajudar muito no meu processo.
    Eu sou Farmacêutica Bioquímica formada em 2010 e meu curso foi de 4 anos e 6 meses, na verdade possui carga horária de 5 anos, mas a faculdade colocou desde o 2 ano e meio aulas aos sábados e encurtou o curso para 4 anos e meio. Você acha que poderá ter alguma interferência com relação ao tempo de curso?
    Moro aqui a alguns meses e tenho experiência como Farmacêutica no Brasil de 5 anos com atendimento em Farmácia e em projeto do governo.
    Ainda não comecei o processo de validação, estou pensando em começar no próximo ano já que este ano praticamente acabou. Uma dúvida:
    As provas FPGEE e Naplex são muito muito difíceis?
    Ahh moro em Boston MA também, se por acaso você tiver alguma dica daqui, por favor me ajude.

    Muito Obrigada!!

    Once again Congratulations!!

  26. Boa noite, Bianca!
    Parabéns pela dedicação, de verdade, com duas gravidez durante o processo eu imagino que não foi fácil.
    Tenho uma pergunta semelhante à de outra colega.
    Tem interesse de vender o material de estudo?
    Por favor, me mande um email!
    Obrigada 😉

  27. Olá Bianca tudo bem. Ótimo post e parabéns pela sua conquista. Me formei como Farmacêutico-Bioquímico em 2004 em um curso de 4 anos aqui no Brasil e fiz pós-graduação em farmacologia clínica com 1 ano e 1/2 de duração. Mesmo assim eu teria que cursar a universidade ai nos Estados Unidos pra validar o meu diploma?
    Um grande abraço

    • Ola, Eduardo,

      Eh uma pergunta dificil de responder, pois vc formou depois de 2003 e a regra dos 5 anos de curso ja vale a partir desta data. Vc teria que entrar em contato com o NABP para tirar essa duvida.
      Abracos, Bianca.

  28. Bom dia, na hora de enviar o histórico escolar, se a pessoa possui cadeiras dispensadas por ter cursado outro curso, vc acredita que isso tem algum problema?

    • Oi, Wanda, não sei responder a esta pergunta com muita exatidão, porém acredito que se o curso de farmácia for de 5 anos ou se vc se formou antes de 2003, acredito que isso não será problema. Mas vale a pena entrar em contato com o NABP para obter uma informação mais precisa. Abraços.

  29. Uma baby no meio de tantos comentários de profissionais! Rsrsrs
    Bom, estou no meu segundo semestre de Farmácia na UFOB, queria muito poder ter seu email Bianca para esclarecer duvidas mais simples.
    A respeito do visto/green card, se caso eu chegar a casar com algum americano isso facilitaria, é isso o chamado “green card”?!
    Não sei se você tem acesso ao meu email por aqui, mas de qualquer forma por favor, pode me responder pelo email?!
    flavia.barreto18@hotmail.com
    Parabéns pela conquista. Com toda a certeza foi uma grande conquista. E por favor me fale sobre essa pesquisa feita em Harvard porque isso ai, olha, que experiência incrivel!

    Deus continue te abençoando!
    Flavia Barreto

  30. Boa tarde Bianca!

    Eu sou a Luciene que deixou um post em 1 de dezembro. Eu gostaria sim de me comunicar com você por email.
    Você poderia me passar seu email por favor?

    Obrigada!!

  31. Boa noite, Bianca!

    Parabéns por todo seu esforço e dedicação. Isso foi uma conquista incrível .
    Gostaria de saber se grande parte do processo pode ser feito ainda aqui do Brasil? E possuir Doutorado ajuda no processo?

    Abraços, Larissa.

  32. Ola Bianca, parabens pelo teu empenho e esforco para validar teu diploma. Tenho algumas duvidas, caso possa me responder por aqui ou ate via email, ficaria muito grata. Estou indo para os EUA, meu visto me permite trabalhar legalmente. (desculpe a falta de acentos e cedilha, o meu teclado esta desconfigurado)

    1) Vc colocou no post, que quem nao tem os 5 anos de curso, deve voltar para universidade Americana, como seria isso?? Pois nos comentarios vc sugere que uma pos graduacao poderia complementar este 1 ano que ficou faltando (meu curso foi de 4 anos, me formei em 2007). Entao estou na duvida se minha pos graduacao (farmacia hospitalar) valeria como complementacao, ou se eu teria que fazer uma universidade ai.

    2) Trabalhei 2 anos e meio em drogaria, e em hospital somente estagiei (parei de trabalhar um tempo, devido a maternidade), sendo assim, isto valeria como tempo de experiencia em atendiemto farmaceutico?

    3) Existe diferenca entre Bacharel em farmacia e o doctor pharmacist? Sei que o programa de doctor sao 6 anos, mas no seu caso, vc recebeu qual titulo? e com relacao a mercado de trabalho e remuneracao, existe muita diferenca entre os dois? E caso eu receba o titulo de bacharel, teria como me formar em doctor por alguma via?

    Obrigada pela atencao.

  33. Olá Bianca! Primeiramente, meus parabéns! Uma linda e suada conquista mas muito merecida! Farmácia é uma profissão muito bonita e digna mas nem por isso valorizada como tal em nosso país, infelizmente…. Temos muita responsabilidade e pouco reconhecimento.
    Bom, eu sou formada em farmácia desde janeiro de 2004, acabei adiantando 2 semestres pois fiz um processo de transferência de faculdade no meio do curso e na avaliação eu acabei adiantando, fazendo as matérias restantes em paralelo (período quase que integral)… Apesar de cursar toda a grade de disciplinas, completei o curso de 5 anos em 4 por conta disso… Vc saberia me dizer se isso pode me prejudiar quando da avaliação pelo ECE da minha documentação?
    Logo depois em 2005 eu fiz uma especialização em Assistência Farmacêutica aqui no Brasil, e em 2010-2012 eu fiz um mestrado na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, em Portugal, em Gestão e Economia em Serviços de Saúde.
    Estou começando a pensar em aplicar para validação do curso nos EUA, tenho visto L2 (pois meu marido possui o visto de transferência, L1), que nos dá direito de aplicar também para o Green Card… que é um plano futuro a curto prazo… No entanto, ainda não vi nada além da sua matéria. Vc saberia me dizer se os cursos que fiz além da graduação (especialização e mestrado) poderão ser submetidos juntamente com os demais e podem ajudar em algum coisa?
    Enfim, parabéns mais uma vez e muito obrigada pela ajuda e incentivo através da sua experiência/exemplo e por compartilhar isso conosco!
    Abraços

  34. Olá Bianca! Primeiramente, meus parabéns! Uma linda e suada conquista mas muito merecida! Farmácia é uma profissão muito bonita e digna mas nem por isso valorizada como tal em nosso país, infelizmente…. Temos muita responsabilidade e pouco reconhecimento.
    Bom, eu sou formada em farmácia desde janeiro de 2004, acabei adiantando 2 semestres pois fiz um processo de transferência de faculdade no meio do curso e na avaliação eu acabei adiantando, fazendo as matérias restantes em paralelo (período quase que integral)… Apesar de cursar toda a grade de disciplinas, completei o curso de 5 anos em 4 por conta disso… Vc saberia me dizer se isso pode me prejudiar quando da avaliação pelo ECE da minha documentação?
    Logo depois em 2005 eu fiz uma especialização em Assistência Farmacêutica aqui no Brasil, e em 2010-2012 eu fiz um mestrado na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, em Portugal, em Gestão e Economia em Serviços de Saúde.
    Estou começando a pensar em aplicar para validação do curso nos EUA, tenho visto L2 (pois meu marido possui o visto de transferência, L1), que nos dá direito de aplicar também para o Green Card… que é um plano futuro a curto prazo… No entanto, ainda não vi nada além da sua matéria. Vc saberia me dizer se os cursos que fiz além da graduação (especialização e mestrado) poderão ser submetidos juntamente com os demais e podem ajudar em algum coisa?
    Enfim, parabéns mais uma vez e obrigada pela ajuda e incentivo através da sua experiência/exemplo e por compartilhar isso conosco!
    Abraços

    • OLa Marcela, sua historia é parecida com a minha, meu esposo tb esta em processo de transferencia via L1. Também quero validar meu diploma nos EUA, mas meu curso foi de 5 anos…bom, hj pesquisei mais algumas informaçoes e vi que:

      1) Graduados pos 2003 PRECISAM de 5 anos de curso de graduação! Massss, caso não tenha, cursos de pos graduação serão analisados caso a caso para determinar se estes podem complementar o curriculo de 5 anos. Eu acredito que no teu caso, msm que o ECE nao aceite teu “adiantamento” da graduação como sendo um curriculo de 5 anos, voce possui 2 pos graduacoes que podem sim eleger seu curriculo para 5 anos, conforme a regra do FPGEC ( http://www.nabp.net/programs/examination/fpgec#am-i-qualified-for-fpgec-certification ). Meu curso foi de 4 anos, e estou terminando minha pos em Farmacia Hospitalar, então, conforme o site do NABP diz, eles vão analisar estes casos em particular, estou confiante de que vão aceitar!

      2) Tb te envio este link com mais alguns critérios: https://www.ece.org/SiteMain/62/83

      3) Vale lembrar que cursos de mestrado e doutorado não são aceitos, a não ser que estes tenham curriculo voltado para pratica clinica (pois no Brasil, estes cursos são voltados para docência e pesquisa)

      Enfim, podiamos nos ajudar neste sentido, caso queira trocar umas ideias, meu email: tati.pharma@gmail.com

      • Oi Tatiana! Claro, podemos sim, sem dúvida… Como comentei, ainda não comecei a procurar nos sites de referencia, apenas dei uma lida nesse onde a Bianca compartilhou a experiência dela conosco… Vou lhe enviar o meu e-mail pra contato, assim podemos nos comunicar melhor!
        Abraços

  35. Olá Bianca!! Sou farmacêutica também, me formei em 2011 e meu sonho sempre foi morar nos EUA. Minha faculdade teve a duração de quatro anos e meio, porém fiz uma pós-graduação de dois anos, isso conta??

  36. Boa noite, gostaria de saber como é o processo para conseguir o Certified Pharmacy Tech.
    Estou em San Diego e estou avaliando a possibilidade de revalidar meu diploma aqui. Li nos comentários anteriores sobre fazer o técnico antes de conseguir ser farmacêutico.
    Outra dúvida, algum contato que fez esse processo na Califórnia e que obteve um sponsor?
    Obrigada

  37. Olá Bianca, Meus parabéns!!! Você é sinônimo de superação. Você me deu um norte com esse post. Se possível, me tire algumas dúvidas que restaram: qual o processo para começar trabalhando como técnico, em relação a documentação e visto? Pra quem se formou até em Dezembro de 2003 não será submetido às novas normas, o diploma de 4 anos vale para o processo de avaliação?
    Se alguém além da Bianca tiver essas respostas, se sinta a vontade pra responder.
    Desde já obrigada.

  38. Olá Bianca!
    Gostaria de informações sobre a obtenção do Certified pharmacy technician, como é esse processo? E preciso mesmo deste certificado ou posso tentar apenas com traduçao do histórico e diploma de farmacêutica do Brasil? Porque estou no dilema acho que da maioria, até eu conseguir validação e licença para atuar como farmacêutica aí, preciso trabalhar… rsrs.
    Caso prefira enviar informações por e-mail também, ficarei muito grata! E parabéns pelas muitas informações, realmente de extrema valia!

  39. Olá parabéns pela matéria 2 dúvidas , vi você dizendo a uma pergunta do Álamo , Que depois de todos este processo de revalidar o diploma eu conseguindo , eu não terei o autorização de trabalho ?? Como farei para trabalhar tendo o número de crf americano em mãos ? E segunda pergunta vi no seu processo que logo a prova FpGee,vc já coloca o visto em seguida , como parte do processo no meu caso tenho visto de turismo , vou dar entrada no visto de trabalho no caso ? Obrigada

  40. Ola!
    Parabens a todos os farmaceuticos que conseguiram validar o seu diploma aqui nos Estados Unidos!

    Vamos la!

    Sou Farmaceutica e Bbioquimica formada desde 2007, o meu curso teve a duracao de 4 anos e 5 meses, trabalhei durante 4 anos em hospital e me mudei para os Estados Unidos em Junho de 2015. O fato de eu ja ter trabalhado 4 anos em hospital como farmaceutica ajuda no meu processo de validacao? Como eu faco para complementar o tempo que falta?
    Forte Abraco

    • Boa tarde!!
      Excelente material…. Estou morando aqui nos Estados Unidos na cidade de Houston, e decidi primeiro fazer a prova para tecnico para adquirir mais confianca e fluir nmelhor o ingles, visto que tenho pouco tempo de vida Americana.
      Pelo que li no seu post, nao sei se entendi bem, a regra dos 5 anos eh somente para profissionais que se formaram depois de 2004. MInha graducao foi em 2002 duracao de 4 anos. eu acho que encaixo no periodo de 4 anos ainda?
      Gostaria de saber esta resposta.
      Muito obrigada e muito sucesso pra….

      • Sim, Alciana, para quem formou antes de 2004, a regra dos 5 anos não é válida, então acredito que no seu caso não haverá problemas.
        Boa sorte!

      • Olá Alciana,

        Qual sua atual situação de visto aí? Também sou farmacêutica formada e estou na mesma situação. Em abril desse ano viajei aos EUA na tentativa de conseguir um “sponsor” para que pudesse trabalhar como técnica em uma farmácia, mas não consegui e precisei voltar já que tinha meu trabalho garantido aqui..

  41. Boa noite,
    Pode por favor sugerir bibliografias americanas do conteúdo que não é ministrado no Brasil.
    Obrigada.

  42. Ola Bianca e Fernanda foram ditas tantas informações extremamente nescessarias mais tem uma que nao pode calar é que quero saber se quando vc foi pros Estados Unidos se vc ja falava inglês fluente para resolver todas essas coisas de trabalho pois pra uma pessoa que quer fazer esse processo mais nao fala inglês vc sabe me dizer qual é a dica ou me dizer o que vc fez ? Meus parabéns pela conquista concerteza vc é merecedora dela. Desde ja agradeço a informação fico te aguardando. .. bjos te cuida.

    • Bom dia, Juliana!

      Realmente o inglês é fundamental. Não dá para trabalhar como profissional sem falar a língua local, e muito menos validar o diploma, uma vez que todas as provas são em inglês. É mais um motivo para a necessidade do Toefl, teste que habilita o profissional a atuar no mercado americano, onde comprova que possui inglês (escrita, conversação, leitura e interpretação) fluentes.
      Abs

  43. Olá! Estou na graduação, mas planejando validar meu diploma futuramente.. Sei que você já escreveu a matéria a algum tempo, mas achei que foi a página mais completa que já encontrei, aí como não encontrei seu e-mail resolvi me comunicar por aqui… Parabéns, está muito esclarecedor! Eu encontrei algumas atualizações nas taxas, posso estar enganada, mas acho que o FPGEC subiu pra $1200 e o MPJE pra $250…

    Eu tenho ainda algumas dúvidas…
    A primeira etapa do processo em que eu realmente preciso estar nos EUA é para realizar a prova do FPGEC?
    Pretendo morar na Florida, o estágio é 2080h.. Preciso cumprir toda a carga horária no mesmo local? Ou posso trabalhar em três farmácias por exemplo até chegar a 2080…?
    A questão do visto é complicada, se eu tiver que retornar ao Brasil, tenho medo de expirar e ter que fazer algo novamente, então se já souber algo a respeito da validade dos testes, agradeceria!

    Enfim, desde já obrigada! Gostei muito da iniciativa de repassar seus conhecimentos sobre isso! Apesar de não estar graduada ainda, sinto a desvalorização da profissão. Estudo em uma universidade pública no Paraná, e acho o curso muito difícil e extenuante, nada condizente com um piso tão baixo.. Obrigada pela ajuda!
    Se alguém quiser conversar sobre isso, marinnagabriela@hotmail.com :)

    • Olá, Marina. Obrigada pelos elogios. A Fernanda (dona do blog) sobre transcrever com muita clareza todas as informações que passei pra ela, então acredito que o post ficou muito legal por causa disso também.
      Bom, mas respondendo às suas perguntas, eu estava aqui desde o principio do processo, mas a documentação pode ser enviada antes de você estar efetivamente aqui. Eles irão avaliar e te mandar uma resposta falando se foi aprovada ou não e depois disso, marcar a primeira prova (FPGEE) pra vc fazer.
      Você pode fazer estágio em quantas farmácias quiser, eu por exemplo, trabalhei em 3 lugares diferentes com 3 preceptores diferentes.
      Não se desanime e continue firme ai seus estudos! Abraços e que Deus te abençoe!

  44. Olá, meu nome é Mariana! Curso farmácia, meu curso é de 4 anos, como li na matéria nos EUA eles exigem um currículo de 5 anos, queria saber como resolvo esse problema, quais os passos, pois pretendo fazer uma pós no exterior!

  45. Olá Bianca,

    Primeiramente parabéns pela grande conquista!
    Sou formada desde dezembro de 2013 e desde 2014 exerço a profissão. Em abril deste ano aproveitei meu período de férias da farmácia para ir aos EUA ver se de repente conseguiria um “sponsor” para trabalhar como técnica nos EUA até conseguir validar meu diploma. Quando vocês foram, vocês foram como visto de turista? Com o visto de turista consigo fazer a prova do FPGEE?

  46. Ola parabens muito util o site…bem esclarecedor…caso nao passe na primeira prova (FPGEE), pode tentar denovo ?

  47. Parabéns pela iniciativa… muito bem esclarecido… gostaria de saber se não passar na primeira prova (FPGEE) pode tentar denovo?

  48. Olá Bianca, estou terminando a faculdade e estou pensando tentar o processo de validação, mas me falaram que eles não validam diplomas de faculdades particulares isso é verdade? As médias também contam, como por exemplo uma média 6,5 não é validada por não ser tão alta?
    Obrigada.

    • Oi Gabriela, não existe diferença em relação à faculdade que você fez o curso de farmácia. E as notas também até onde eu sei não influenciam na aceitação do seu histórico e diploma. Um abraço.

  49. Ola Bianca, Parabens pelas conquistas!!!
    Eu acabei de receber o reskultado de Equivalencia pelo ECE, agora vou aplicar para o FPGEE e fazer a prova, provavelmente em Abril. Gostaria muito de uma indicacao de estudo. Estou pensando em fazer de uma classe online mas tenho medo, nao sei qual seria confiavel. Vc pode indicar alguma coisa? Sera que estudar sozinha sera suficiente? Obrigada

    • Oi Valquiria, na época eu não fiz curso on line então não teria nenhum pra indicar. Pelo que eu me lembre, eu usei um material escrito do Morris Code e estudei sozinha. O site é http://www.morriscodyassociates.com. Boa sorte e que Deus te abençoe minha querida!

  50. Olá Bianca!

    Parabéns pelo seu empenho e dedicação na conquista da validação do diploma aqui nos EUA. Só quem se submete ao processo sabe o quão difícil é. Estou estudando para fazer o FPGEE em abril/2017. Já recebi o número do NABP. Mas tenho duas dúvidas, e agradeceria se você pudesse me responder:
    – Sei que depois do FPGEE, devo prestar o TOEFL e aplicar para o NABP do meu Estado. Só depois que eu tiver feito as horas de estágio (2080 horas na Florida) é que eu devo prestar o NAPLEX e o MPJE?
    – O estágio curricular feito no Brasil (no meu caso foram 900 horas) não são aproveitados no processo de validação?

    Grande abraço, muito sucesso e tudo de bom!

    • Oi Alessandra, muito obrigada. Bom, pelo menos aqui em Massachusetts, o Naplex e MPJE só podem ser feitos após você ter terminado o processo de validação, pois essas provas são também aplicadas para quem formou aqui e terminou o curso de Farmácia e está pronto para trabalhar na profissão.
      Além disso, acredito que as horas de estágio no Brasil não podem ser usadas aqui. Mas converse com seu preceptor de estágio; às vezes ele pode estar ok de assinar essas horas para você. Um abraço

    • Alessandra, parabéns pela conquista até o momento. Onde você fez as suas traduções? Moro no Arizona e encontrei uma tradutora juramentada no Brasil que faria as traduções, no entanto, ela disse que não sabe como fazer constar o recebimento do envelope pois a competência restringe-se a traduzir o que consta nos documentos, dar fé e assinar. Se você ou alguém daqui do grupo puder indicar como fez esse caminho, it would be greatly appreciated! Desde já, obrigada e sigamos em frente!

  51. Olá Bianca! Parabéns pela conquista.
    Eu tenho uma dúvida, quando conclui a validação de diploma, o profissional terá o titulo de “Bacharel em farmácia”, correto?
    Se eu quiser o título de PhamD, existe algum processo aí nos EUA ou alguma complementação de estudos para adquirir esse título?

    • Sim Jessica, vc está correta. Com a validação do diploma, vc tem o título de Bacharel em Farmacia. Existem algumas faculdades que tem o programa de PharmD para quem já eh bacharel. Não estou bem certa, mas acredito que dura de 2 a 3 anos. Um abraço.

    • Oi Bianca, tenho uma dúvida quanto a validação.
      É possível atuar como farmacêuticos mesmo não possuindo o título de PharmD ? pois acredito que a validação apenas nos dará o titulo de bacharel. Fiquei confusa de quanto todo esse processo nos dará o direito de atuar na profissão.
      Obrigada

      • Eh possível sim trabalhar só tendo o bacharelado. Não existe o programa de PharmD no Brasil e em outros países do mundo e mesmo assim os farmacêuticos vem pra cá e fazem o processo de validação e arranjam emprego depois. Um abraço!

  52. Bom dia,
    Como e bom saber e conhecer profissionais dispostos a compartilhar tamanha experiência em um país de primeiro mundo, vocês são as pessoas certas nos lugares certos. Tbém sou farmacêutico, formado recentemente (2016) mais já atuo do ramo de drogarias há mais de 10 anos, se TODOS farmacêuticos lutássemos em prol de uma maior valorização e consequentemente um piso salarial digno de nossos conhecimentos não precisava-mos procurar um alternativa como essa, de mudar de país para sermos valorizados (Salvo os que mudam por questões familiares como caso da Bianca e outros). Enfim deixo aqui minha contribuição de incentivo para quem for fazer os processos de validação , obrigado . PARABÊEENS Bianca e todos, espero que essa associação aconteça !!

    • Muito obrigada Raphael. Eu também tenho esperanças que a nossa profissão seja mais respeitada e reconhecida pela sua importância. E precisamos de sangue novo como o seu para que isso possa acontecer! Boa sorte nessa “nova” caminhada. Abraços.

  53. Ola Dr. bianca,
    Sou de nashville,Tn, US, (evitanto o visto de trabalho), porem meu curso de farma, da USP eh “overseas”, nao ajudando muito. Como seu marido fiz MSc, PhD, e pos docs, sem nunca ter me ligado em assumir minha prof. como farmaceutico “stateside”. Teria dua perguntas se vc pudesse me dar uma ajuda pois estou voltando para pros US.
    1-perguntas iditotas-os envelopes selados e carimbandos, chancelado etc, eh a instituicao q faz ou vc simplesmente leva tudo (envelope e fita adesiva) e ele lacram de alguma forma.
    2-como americano nato,serivo como police officer e ICE, preciso mesmo fazer o TOEFL
    3-AS pos graduacoes sao inuteis nesse caso em particular
    4-obrigado pela pagina e se o sua agenda tiver um quadradinho gostaria que vc pudesse dar uns toques.

    obrigad Eri

    • OI Eric, vou atravessar e tentar te responder tuas duvidas, estou em processo agora.
      1. Quem sela, carimba e lacra o envelope eh a instituicao (no meu caso carimbaram na aba adesiva do envelope)
      2. Se seu diploma esta sendo validado de outro pais vc precisa fazer o toefl mesmo sendo americano nato
      3. As pos-graduacoes podem ser uteis caso seu curso nao se enquadre no tempo minimo exigido para validacao, caso contrario nao valera nada a mais.
      Qualquer coisa podemos manter contato.
      Mesmo nome no Face.

  54. Olá Bianca,
    Estou morando nos EUA e meu advogado comentou sobre a lei SB 1159 onde dá licença para várias profissões entre elas farmacêutico.
    Não entendi muito bem essa licença, sendo que validar o diploma não é um processo fácil.
    Parabéns pela sua conquista!! Pela sua dedicação e empenho!
    Abraços

  55. Olá Bianca,
    Parabéns pela matéria…!!!
    Sou Farmacêutico aqui no Brasil e gostaria de tirar algumas dúvidas, pode me passar um contato?
    Obrigado

  56. Sou Farmacêutico aqui no Brasil, morei de 1992 a 2005 nos Estados Unidos, no momento estou pensando em retornar aos estados unidos, tenho cidadania americana, penso em atuar como Farmacêutico nos Estado Unidos, sou formado desde 1986, preciso fazer o complemento de bioquimica e industria, que na epoca nao fiz ….

  57. Boa noite farmacêuticos que estão no Brasil e na USA, gostaria grandemente do auxilio dos profissionais que estão realizando o processo ou que já concluíram a validação do diploma, estou querendo iniciar o processo de validação do diploma que conclui em 2013, mas especificamente para exercer no estado de Massachusetts, se poderem me adicionar para trocarmos informações agradeço, meu e-mail é kadimo_opo@hotmail.com, agradeço desde já.

  58. Olá, Bianca!
    Estou bastante animada para dar início ao meu processo de validação e posterior trabalho nos EUA, porém ainda irei me formar na faculdade ao fim desse ano. A minha dúvida é sobre residência em farmácia! Andei lendo em alguns lugares, porém sigo com dúvidas sobre o processo de validação para esses casos. Você saberia me informar se o procedimento é o mesmo para quem vai tentar a residência em hospitais? Desde já agradeço.

  59. Olá a todos!
    Muitos parabéns Bianca, um grande feito sem dúvida!!
    Excelentes informações e realmente é motivador apesar de muito difícil.

    Tenho algumas dúvidas que gostaria de esclarecer, seria possível passar o seu email?

    Obrigado pela ajuda e boa sorte a quem se aventurar.

  60. Boa tarde, gostaria de saber se antes de começar a validação do diploma , eu terei que falar e escrever fluente o Inglês? Sou farmacêutica aqui no Brasil e estou indo morar no EUA e fazer o curso de Inglês . Alguém pode me ajudar?
    Fico no Aguardo, Obrigada!

  61. Oi, achei o site de grande ajuda! Minha dúvida é: como você se preparou para a prova FPGEE? Algum site, livro, recomendações de estudo? Desde já agradeço.

  62. Olá Bianca. Parabéns pela sua conquista. Gostaria de saber se para revalidação titulo de Doutor ajuda em alguma coisa. Me formei em farmácia em 2009 e finalizei o doutorado no dia 30 de Outubro de 2017. Estou morando em Framingham e gostaria de iniciar o processo de revalição. Você mora nessa região?

  63. Bianca estou com plano em ir para Boston, sou formada em biomedicina e estou terminando farmácia…eu posso começar o processo de validação estando ainda no Brasil?

  64. Olá Bianca,
    Para atuar como Bioquímico seria equivalente a Medical Technologist, vc saberia algo para validação de diploma no Board da Florida?
    Obrigado

  65. Ola!
    Eu sou formada em farmacia (4 anos) mas tenho mestrado em ciencias farmaceuticas. Voce sabe se consigo validar meu diploma de mestrado aqui ou se esse diploma me ajudaria a concluir os “5 anos” exigidos?

Deixe uma reposta