Elsevier: Acesso livre de pesquisa em Química

0
113

Elsevier: Plataforma de pesquisa em Química abre programa no Brasil com acesso livre para instituições acadêmicas

Reaxys, da Elsevier, oferece cobertura de mais de 30 milhões de patentes a partir de 5 dias após publicação, retrossíntese preditiva e outros recursos únicos.

Em 2022, após dois anos do seu projeto de expansão de patentes, a Reaxys alcança posição de liderança mundial entre as plataformas de dados na área de Química. Atualmente, disponibiliza mais de 30 milhões de patentes (de 105 escritórios e 170 classes IPC). Um outro destaque da indexação da ferramenta é a possibilidade de encontrar patentes em até cinco dias úteis após sua publicação.

Agora, instituições acadêmicas do Brasil podem acessar gratuitamente, por dois meses, toda essa informação essencial para a pesquisa científica e para análise da inteligência competitiva pela indústria. Para tanto, a Elsevier acaba de abrir no país o programa de acesso livre à sua plataforma de Química, que será apoiado pela consultoria personalizada da equipe de Ciências da Vida da empresa. Sendo assim, interessados devem enviar solicitação para a gestora Lilian Paiva (l.paiva.1@elsevier.com).

SOBRE OS DIFERENCIAIS

Em termos de diferenciais da Reaxys, está a tradução de resumos e reivindicações publicadas em idiomas diferentes do inglês, pois permitem monitorar inovações tanto regionais, como de mercados como China, Coreia e Japão – apenas esses três, juntos, respondem por quase 60% do total das patentes oferecidas pela plataforma. 

Contudo, a Elsevier também uniu forças com a alemã PatentSight GmbH para integrar as informações mais recentes sobre propriedades de patentes e dados do cessionário. Através desta parceria é possível acompanhar a mudança de propriedade e o prazo das patentes no decorrer do seu tempo de vida.

Na Reaxys, a extração do número de substâncias por patente é ilimitada; a indexação dos nomes dos alvos (gene/proteína) é aprofundada em todas as patentes; e a indexação de substâncias cobre 12 escritórios prioritários,  incluindo WO, US, CN, JP, KR, TW, IN. Além disso, a plataforma também oferece extração manual de patentes de sete escritórios para pesquisa de substâncias com informação detalhada, dados de reação e bioatividade.

RESTROSSÍNTESE PREDITIVA: 400 MIL REGRAS DE REAÇÃO

Um pergunta comum para a maioria dos químicos sintéticos:

A rota prevista vai funcionar?

Isso porque, tradicionalmente, os planos de retrossíntese se baseiam tanto na experiência como nos procedimentos experimentais disponíveis na literatura científica.

Mas SERIA possível avaliar um panorama mais diverso de rotas para aumentar as taxas de sucesso?

Isso agora é possível graças ao novo módulo de Retrossíntese Preditiva do Reaxys. 

A retrossíntese preditiva, desenvolvida com recursos de machine learning e aprimorada com Inteligência Artificial, foi testada em 15 milhões de reações de etapa única e 100 milhões de reações negativas virtuais, resultando em 400 mil regras de reação. A partir de agora, os pesquisadores têm à disposição a literatura de referência para cada etapa prevista e a disponibilidade comercial de materiais iniciais – de fornecedores conhecidos a organizações menores de sínteses customizadas.

Doutorandos do Grupo de Pesquisa liderado pelo Prof. Erick Carreira, editor-chefe da revista JACS, no ETH Zurich, passaram meses avaliando o novo recurso da Reaxys à medida que a aplicavam em seus fluxos de trabalho diários. Segundo Morritz Classen, um dos alunos do ETH, “É muito fácil de usar e realmente economiza muito tempo”.

Ele ainda complementa: “Eu não tinha experiência com ferramentas de retrossíntese preditiva. Aprendi a me livrar de alguns preconceitos e a ter a mente mais aberta. Comecei alimentando o módulo com algumas moléculas com as quais já estou familiarizado e fiquei surpreso com uma química que eu não conhecia, que vai muito além da química que funciona, ou não”.

Informações para a imprensa

Taynara Aires – taynara@dedicatacomunica.com.br | (61) 98204-6700

Artigo anteriorRelatório de RQP como ferramenta da qualidade
Próximo artigoVaga de Analista de Validação Pleno
Formada em 2000 em Farmácia industrial pela Faculdades de Ciências Farmacêuticas Oswaldo Cruz, começou a atuar na área farmacêutica em 1998 com projetos científicos e em farmácia de manipulação. Em 2001 iniciou sua carreia em indústria farmacêutica, atuando nas áreas de Controle de Qualidade, Garantia e Gestão de Sistemas da Qualidade, Qualificação e Validação. Com experiência de mais 20 anos no setor, trabalhando em indústrias farmacêuticas nacionais e multinacionais, hoje realiza consultorias e treinamentos para indústrias de medicamentos, indústrias de cosméticos e saneantes, distribuidoras e montadoras de equipamentos da área farmacêutica. Empresária, consultora, blogueira, fundadora do Portal Farmacêuticas e da consultoria que leva o mesmo nome, esposa e mãe de duas filhas, tem como nova missão a criação de um portal, Farmacêuticas, voltado exclusivamente para o mundo farmacêutico, com dicas de projetos, eventos, cursos e notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui